06/07/2014

História: O verdadeiro inimigo…

Seria uma gloriosa manhã de primavera na fazenda para aquele camundongo, se não fosse pela morte de seu paizinho, que já não voltava para a toca fazia alguns dias e pelo fato de que sua mãe, tendo acabado de dar a luz a seus irmãozinhos, não podia sair para arranjar alimento para todos…

Esfomeado, o ratinho finalmente se dá conta que chegou a hora de crescer, de dar o seu melhor para garantir o leite de sua mãe para os pequenos e a sua própria sobrevivência.

Sem outra opção, a mãe concordou – não sem antes explicar para ele os locais onde acharia os melhores e mais fáceis grãos, restos de comida e orientá-lo quando ao Inimigo mortal deles.

Logo que o ratinho cria coragem e sai da toca, em busca de comida, volta correndo, assustado, gritando “Socorro, Socorro! O inimigo quer me pegar”

A mãe então, pede a ele que descreva o animal que tentou atacá-lo.

- Era branco, de aspecto assustador,coberto de penas, uma crista no alto da cabeça e fazia um barulho horrível e assustador, “Cocoricó”! – diz o ratinho.

- Esse não é o inimigo, meu filho. É apenas o galo da fazenda, você é mais rápido que ele e ele só come insetinhos. Pode ir tranquilo…

Dois minutos depois, volta o ratinho:

- Dessa vez eu sei que era o Inimigo, mamãezinha!!! Era maior que o outro, mais feio ainda, também cheio de penas, mas tinha uma bolota gorda embaixo do bico e fazia “glu – glu – glururu”!

- Esse aí é o peru, filhinho. Também só come insetinhos…

Pela terceira vez o camundongo criou coragem e, menos de um minuto depois, voltou mais apavorado ainda, quase morto de medo:

- Esse eu sei que era o Inimigo, mamãe! Maior que os outros dois, coberto de pelos, com dentes enormes e ameaçadores e fazia “au! au!” Sua cara era horrenda e má!

A mãe, então, resolve dar uma lição de vida ao filho:

- Amor, esse aí é o cachorro da fazenda e ele nos deixa em paz se não mexermos com a comida dele. O verdadeiro inimigo é lindo, tem belos olhos, fala agradável, andar macio e, quando você menos espera, já está nas garras dele…


Mais uma historinha de Malba Tahan – adaptado 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...